Sistema produtivo

Revitalizando áreas subaproveitadas da zona costeira de Portugal, antigas marinhas/viveiros da Ria de Aveiro, desenvolvemos e implementamos desde 2012, um sistema de aquacultura multi-trófica integrada (IMTA) em modo de produção BIO com o objectivo de produzir algas marinhas durante todo ao ano.


A cada maré-cheia, a água salgada da Ria de Aveiro flui para os viveiros de peixes, e daí, após filtração, passa para os tanques de cultivo de macroalgas. 


Os nutrientes presentes na água são assim utilizados para o crescimento das macroalgas, tal como acontece no ambiente costeiro. 


A água regressa à Ria de Aveiro mais limpa, sem nutrientes em excesso, minimizando assim os riscos de eutrofização do ecossistema.

Garantimos assim uma produção de diferentes algas, nativas da costa Portuguesa e de peixe de qualidade superior, sem com isso, exercer pressão nas populações selvagens e promovendo o equilíbrio do ecossistema costeiro do Oceano Atlântico.